Adeus, Xerife.

0

Esse Post é uma homenagem aquele que pouco tempo atrás nos fez sentir dor. Sem ele, não haveria dor, emoção ou algo do gênero. Ele é uma das peças principais ao amor a esse esporte que mal conhecemos e já consideramos pacas.

 

Sua contribuição para o futebol americano é imensurável. Vindo de uma família baseada no esporte (pra quem não assistiu, The Book Of Manning conta a história de sua família de maneira primorosa, link no fim do texto), o pai, Archie, foi QB em alguns times da NFL, ficando marcado pela sua passagem pelos Saints. Seu irmão, Eli, ainda está na liga e é conhecido por todos. Umas das estrelas da liga.

Chegando ao personagem principal do dia de hoje, começou do ponto mais alto que uma carreira pode começar, a primeira escolha geral no Draft de 1998 (em que os Panthers tentaram trocar para pegá-lo, link no fim), chegou a pontos baixos, como a pior marca de INT por um calouro (26), algo que não causou problema nessa gloriosa carreira. Logo depois, mostrou que para ser o melhor não é necessário ter um grande atleticismo ou um excepcional braço, a inteligencia pode ganhar de qualquer atributo exterior. Peyton é um estudante do esporte, um jogador de xadrez no meio de “brutos e violentos” jogadores de futebol americano. Manning revolucionou o jogo em uma esfera que talvez ninguém chegue perto, levou o esporte a um nivel intelectual jamais visto.

Como ter tanta admiração por alguém que não conhecemos? Como, uma pessoa, dizendo poucas palavras, pode contribuir tanto para o crescimento de um esporte? Peyton Manning, um nome e uma infinidade de fãs pelo mundo. É simplesmente recordista de quase tudo que um QB gostaria de ter. Tem a maior quantidade de jardas passadas. É o jogador que mais vemos “Pass From Peyton Manning, Touchdown”. Foi tantas vezes MVP da liga (5 no total) que os críticos sobre seu braço tiveram que se calar diante da inteligência desse jogador. Teve mais jardas passadas em uma temporada (5,532). A Maior quantidade de vezes que um jogador encontrou a Endzone nos 16 jogos de uma season (55). Também é, empatado com muitos jogadores, aquele que tem mais passes pra TD em um jogo, 7, contra os Ravens em uma abertura de temporada. E pra coroar uma carreira perfeita, ganhou o Super Bowl duas vezes, perder pra ele deixou a dor um pouco mais leve. Os Colts e os Broncos têm sorte de poder ter visto uma lenda com seu uniforme, privilégio de poucos.

Obrigado. Por me ajudar a amar o esporte para que hoje pratico e aqui escrevo. Me icentivou a jogar futebol americano, mesmo sem saber. Afinal, quantas vezes vi seus tapes nas propagandas da ESPN e fiquei te imitando lançando a bola no dia seguinte. Propagou, sem noção alguma, a tornar o Brasil um país que ama o FA. Apesar de tudo, foi um prazer te ver jogar pela ultima vez, xerife. Hoje você para e o mundo te aplaude, como fazemos com os melhores. Obrigado, Xerife. Foi o melhor que eu vi jogar, seu rodeio será eterno.

peyton_manning_by_vandelium-d7046bb

Link da matéria sobre a tentativa da troca do Manning: http://panthersbr.com/os-panthers-ja-tentaram-troca-por-peyton-manning/

(The Book Of Manning)

Compartilhe

Sobre o Autor

Torcedor dos Panthers desde 2004, quando tinha apenas 5 anos, sempre manteve amor pelo time desde lá nunca deixando de divulgar seu amor pelo time mesmo com Jimmy Clausen como QB. QB do SP Tigers tem como grande inspiração o QB Cam Newton e suas corridas malucas

Comente