As interceptações de 2014 de Cam Newton analisadas

0

O NFL Breakdowns fez um post parecido com esse e iremos copiar a ideia do post mesmo. Claro que faremos com a nossa análise e dividiremos o post em 3 partes. Não estranhe que começamos pela semana 5, depois voltaremos nas outras interceptações.

Interceptação 1 – Chicago Bears Week 5
Formação ofensiva: Singleback
Formação defensiva: Cover 1
Newton está undercenter com 1 running back no backfield e 4 WRs sendo que o #84 Dickson acaba ficando para bloquear.
Newton nem sequer olha para o seu lado direito que é onde está Kelvin Benjamin. O Cotchery #82 faz uma rota “wheel”. O Brandon Williams #86 faz uma rota “seam” e está em boa posição para a recepção. O pocket se fecha, Newton não tem dúvidas e lança para 86. A bola é tipada pelo #69 Allen dos Bears e Briggs faz um belo catch.
Conclusão: Newton não tem tanta parcela de culpa na jogada, foi a leitura correta, mas com uma excelente jogada do Allen.

Interceptação 2 – Week 6 Cincinnatti Bengals

Formação ofensiva: Shotgun Split Splot Right
Formação defensiva: Cover 3
Terceira descida para 12
Newton está em shotgun com o lado direito mais forte. Por ser uma terceira descida longa, os Bengals entram em uma cover 3 disfarçada de cover 2. Olsen faz a flat e está parcialmente livre(Olsen não alcançaria o first down se não quebrasse pelo menos um tackle), Benjamin corre para tentar alcançar o first down e está marcado por 3. Os outros estão apenas com um marcador. Newton que é destro, lança para a sua esquerda(movimento mais fácil para o QB) e acaba sendo interceptado. E aqui, o grande problema do Newton: overthrown. Ele lança a bola acima de um jogador muito alto e apenas por isso foi interceptado.

Conclusão: 100% culpa do Newton. Fez uma leitura arriscada e ainda lançou muito acima pro Benjamin fazer o catch. A jogada mais segura aqui seria com o Olsen e torcer para ele conseguir quebrar um tackle.


 

interceptacao-newton-bengals

Interceptação 3 – Week 7 Green Bay Packers

Formação ofensiva: Shotgun Trips Open Left
Formação defensiva: Cover 3
Primeira para 10

Newton está em shotgun com o lado esquerdo mais forte. Newton faz o fake com o Stewart e lança a bola na mão do cornerback adversário. A tentativa do passe foi pro Bersin, mas o passe foi muito ruim e passou longe do Bersin pelo menos umas 7 jardas. Não sabemos se Bersin fez a rota errada ou se o Newton foi simplesmente terrível nessa jogada. Além do mais, Newton parece não ter identificado que seria uma cover 3 não uma cover 1 como os Packers fizeram parecer antes do snap.

Conclusão: Sendo rota errada do Bersin ou não, não há como não culpar Newton nessa aqui. Leitura ruim, passe pior. A jogada correta seria para o Avant que abriu na flat e teria espaço para correr umas 4 jardas pelo menos.

Interceptação 4 – Week 8 Seattle Seahawks

Formação ofensiva: Shotgun Trips Open Left
Formação defensiva: Cover 2
Terceira para 7

Mesma formação da interceptação anterior com a pequena diferença de que o Stewart alinha como slot instantes antes do snap e dá a opção do passe curto. Assim que o snap é feito, nossa linha ofensiva que era uma mãe na temporada passada logo abre as pernas permitindo 3 jogadores dos Seahawks de furar o pocket. Newton tenta o scramble e em uma das suas piores decisões da temporada, se desespera e manda um shovel pass pro Olsen quando já está caindo. É lógico que isso não ia dar certo, o passe é todo torto e interceptado. Nesse momento do jogo, estávamos vencendo por 3 pontos e estava no terceiro período, não é o momento de tentar qualquer coisa.

Conclusão: Apesar da OL não fazer seu trabalho, é preciso colocar a culpa no Newton aqui, o mais correto seria aceitar o sack ou fazer o passe curto pro Stewart, pelo menos não iria perder jardas.


interceptacao-newton-seahawks

interceptacao-newton-seahawks2

Interceptação 5 – Week 9 New Orleans Saints

Formação ofensiva: Shotgun Split

Formação defensiva: Cover 2
Segunda para 2

Em uma formação bem variada, entramos com 2 HB’s e 1 FB(Dickson jogando improvisado). Um HB abre para receber o passe, o outro e o FB ficam para proteger para o passe. Bersin faz uma rota curl e fica em ótima posição para receber o passe. Newton lança pra ele e Bersin toca na bola mas não faz o catch.

Conclusão: Culpa do Bersin “mão de alface” que não consegue fazer a recepção. Uma bola que bate na sua mão é uma bola pegável.

 

Fique no aguardo para a parte 2.

Compartilhe

Sobre o Autor

Fã de Carolina Panthers desde 2011, Felipe é programador e se aventura como Running Back nas peladas tentando incorporar o espírito de Jonathan Stewart, mas o máximo que consegue é ser um Trent Richardson. Twitter: @lipevieira

Comente