Confira os 53 jogadores do roster final

0

170902_breakdown_inside

QUARTERBACKS (2): Cam Newton, Derek Anderson

Surpreendentemente, os Panthers decidiram ir apenas com 2 Qbs e mantiveram Derek Anderson, que jogou terrivelmente mal na pré-temporada. A posição de QB reserva preocupa bastante.

RUNNING BACKS (5): Jonathan Stewart, Christian McCaffrey, Fozzy Whittaker, Cameron Artis-Payne, Alex Armah

Alex Armah ganhou a posição de FB titular, Armah evoluiu bastante desde que chegou, é um bom sinal ele ter vencido a batalha contra o Darrell Young. Ir com 5 running backs mostra que eles decidiram manter os melhores jogadores, independente da posição.

WIDE RECEIVERS (6): Kelvin Benjamin, Devin Funchess, Curtis Samuel, Russell Shepard, Damiere Byrd, Kaelin Clay

Kaelin Clay a maior surpresa daqui, chegou correndo por fora e no último jogo da pré-temporada ficou claro que ele era merecedor da sexta vaga. Austin Duke talvez vá pro Practice Squad.

TIGHT ENDS (3): Greg Olsen, Ed Dickson, Chris Manhertz

Aqui estava definido quando Scott Simonson foi colocado na IR. Manhertz era claramente melhor que as outras opções.

OFFENSIVE LINEMEN (9): Ryan Kalil (C), Matt Kalil (OT), Daryl Williams (OT), Trai Turner (G), Andrew Norwell (G), Tyler Larsen (C), Taylor Moton (OT), Amini Silatolu (G), Greg Van Roten (C)

A última vaga ficou com o C/G Greg Van Roten e muito se deve por conta das lesões de Chris Scott (concussão), do center Gino Gradkowski (ombro), G David Yankey (costas) que todos foram para a IR.

DEFENSIVE ENDS (5): Charles Johnson, Mario Addison, Julius Peppers, Wes Horton, Daeshon Hall

Front seven não produziu grandes surpresas. Já esperávamos que seriam cinco e quais seriam. Basicamente se repetiu o do ano passado, acrescentando Jullius Peppers e o calouro Daeshon Hall. Wes Horton, que brinca de entrar e sair do roster dos Panthers todo ano, começa na lista de novo trazendo um bom jogo contra a corrida.

DEFENSIVE TACKLES (4): Star Lotulelei, Kawann Short, Vernon Butler, Kyle Love

Mesmo grupo do ano passado, sem nenhuma mudança podendo contar com alguns snaps de Charles Johnson e Jullius Peppers, ajudando em alguns snaps por dentro. Butler está se recuperando de uma lesão sofrida na primeira semana da pré temporada quando machucou o joelho, porém, ainda não treinou depois da contusão. Love idem, não jogou quase nada nessa pré temporada com uma contusão no tornozelo.

LINEBACKERS (7): Luke Kuechly, Thomas Davis, Shaq Thompson, David Mayo, Jeremy Cash, Jared Norris, Ben Jacobs

Igualmente aos DT’s, esse é o mesmo grupo que iniciou a temporada passada – tirando AJ Klein que foi para os Saints. Mayo mostrou nessa pré temporada que é capaz de ter a função que o Klein tinha, de backup, e melhor. Enquanto Cash, Norris e Jacobs serão peças importantes para o special teams.

DEFENSIVE BACKS (8): James Bradberry (CB), Daryl Worley (CB), Kurt Coleman (S), Mike Adams (S), Colin Jones (S), Captain Munnerlyn (CB), Corn Elder (CB), Cole Luke (CB)

Provavelmente esse não será exatamente o roster para o começo da temporada. Temos somente um safety para depth (Colin Jones) e um depth de CB com um cara machucado (Corn Elder) e outro rookie que não apresentou um bom jogo de outside cornerback (Cole Luke). Provavelmente iremos atrás de algum DB que foi ou será cortado por algum time.

SPECIALISTS (4): Graham Gano (K), Harrison Butker (K), Michael Palardy (P), J.J. Jansen (LS).

Saints Panthers Football

A batalha das posições de P e K foram interessantes. Começamos o dia sabendo que os Panthers estavam ouvindo ligações de troca pelo Graham Gano. Logo depois, Michael Palardy foi anunciado como P titular, dispensando o veterano Andy Lee. Depois soubemos que os Panthers estavam recebendo ligações para os 2 kickers, Gano e Buttker e acabamos com os dois no time. O que não deve durar muito tempo, os Panthers devem estar ouvindo propostas dos dois ainda e até a semana um, alguém vai sentir o gosto de ser cortado.

 

Compartilhe

Sobre o Autor

Fã de Carolina Panthers desde 2011, Felipe é programador e se aventura como Running Back nas peladas tentando incorporar o espírito de Jonathan Stewart, mas o máximo que consegue é ser um Trent Richardson. Twitter: @lipevieira

Comente