Criança de 6 anos com câncer realiza sonho de treinar os Panthers

0

Não é de hoje que a  franquia das Carolinas vem se tornando uma das mais simpáticas de toda NFL no quesito interação com o público. Há alguns meses, os Panthers ganharam holofotes por terem sido a única franquia da liga a responder uma carta de um garoto de 12 anos que, indeciso sobre qual time escolher, enviou cartas para todos os times perguntando por quais motivos deveria tornar seu torcedor. A única resposta que o garoto obteve veio diretamente de Jerry Richardson, o dono dos Panthers.

Hoje tivemos mais um motivo para se orgulhar de torcer para a franquia mais elegante e simpática da NFL.

Em maio, um pequeno torcedor de 6 anos chamado Braylon Beam, nativo de Charlotte, que luta contra o câncer foi no famoso talk-show de Ellen DeGeneres contar sobre sua batalhar contra a doença, que ficou nacionalmente conhecida após ter começado a entrar em todas as seções de quimioterapia dançando. O pequeno Beam subiu ao palco com uma jersey do SuperCam  fazendo sua inspiradora dança e, no decorrer do programa, expressou sua vontade de treinar os Panthers.

 

Em mais um gesto de extrema elegância e respeito com os melhores fãs de todo o país, a franquia respondeu o garoto em um vídeo gravado por Ron Rivera agradecendo o garoto e convidando-o para tocar o tambor do “Keep Pounding” antes de um jogo. Ainda enviou um capacete autografado por Cam Newton e uma jersey de No. 1, assim como de seu ídolo, e com o seu nome.

 

O mitoThomas Davis tocando o tambor.

 

Como se não bastasse, com a volta dos treinamentos nos últimos dias, foi oferecido um contrato para o garoto ser o técnico principal do time substituindo Ron Rivera por um dia! O contrato incluía cestas de chocolates e chips após a assinatura.

 

E com vocês, Coach Beam!

Coach Beam!

 

 

Compartilhe

Sobre o Autor

Estudante de Direito, se tornou fã dos Panthers a partir da temporada de 2011, após se impressionar com as atuações do então calouro Cam Newton, o que levou a paixão pela franquia de Carolina.

Comente