Dave Gettleman: “Nós vamos consertar isso”

0

dave-gettleman-entrevistaDave Gettleman deu a sua coletiva de final de temporada. Como sempre, Gettleman sempre dá boas dicas do que ele realmente pensa se você ler as entrelinhas. O GM disse que eles irão consertar o que deu de errado nessa temporada tendo apenas um record de 6-10 depois de ter feito um 15-1 na temporada passada e citou a fábula inglesa Henny Penny para falar que o “céu não está caindo.”

Na abertura da coletiva, ele disse que não iria culpar ninguém durante a coletiva.

“Eu não estou aqui para apontar dedos. Nós temos que seguir em frente e encontrar soluções.”

De fato, durante a entrevista coletiva, Gettleman não apontou nenhum dedo, exceto para si mesmo.

“O resumo é que eu tenho que ser melhor. Eu sou responsável por isso. Eu não estou feliz e vou consertar isso. Não há um dia que eu sento na minha mesa e penso se eu estou dando jogadores suficientes para o Ron chegar onde queremos.” E você acha que deu? perguntou um repórter. “Saudáveis? Sim.” ele respondeu.

Início da preparação do Draft

“Nós iremos passar as próximas duas semanas analisando. O elenco é fluido. Se você não conhece o seu próprio elenco é aí que você comete os maiores erros.”

Josh Norman

“Josh está jogando pelos Redskins na última vez que eu chequei. Eu não irei falar sobre ele.”

Ataque e Cam Newton

“Nós não conseguimos ter nenhum ritmo no ataque nessa temproada.”

Draft

“Em Dezembro eu me reuni com o diretor de scouts e com Ron para ter uma noção de como está o Draft. Há muita análise para fazermos ainda, mas me parece que os grupos de Defensive End, Running back e secundária em geral estão muito bons.”

Steve Smith se aposentando como um Panther

“Isso está acima da minha alçada.”

Michael Oher ser o left tackle titular em 2017

“Agora, eu não sei. Não converso com o Michael há um bom tempo.”

Mudanças no coaching staff

“Esse mesmo staff ficou 17-2 temporada passada. Eles não ficaram burros da noite pro dia.”

Preocupações com a concussão do Luke Kuechly

“Não, nenhuma preocupação.”

Futuro e se a janela para o SB está fechando

“Eu sempre tenho um senso de urgência e vocês deveriam ter também. Mas a chave é não entrar em pânico. Cam tem 28, não 37.”

Compartilhe

Sobre o Autor

Fã de Carolina Panthers desde 2011, Felipe é programador e se aventura como Running Back nas peladas tentando incorporar o espírito de Jonathan Stewart, mas o máximo que consegue é ser um Trent Richardson. Twitter: @lipevieira

Comente