DeAngelo Williams dispensado

1

deangelo-williams-dispensado-panthers

Com um ano extremamente duro para corredor mais prolífico da história do Carolina Panthers e com a oportunidade de salvar espaço no teto salarial com seu corte, o camisa 34, ídolo icontestável em seus 9 anos com a camisa preta e azul, foi dispensado do time. O anúncio foi feito na tarde de hoje, mas DeAngelo já tinha sido notificado da sua dispensa uns dias atrás. Apesar de ser ídolo, DeAngelo não vinha fazendo bons jogos.

Tudo começou com a morte de sua mãe na pré-temporada, que sofria com um câncer de mama. Com esse infortúnio que gerou uma conturbada offseason, o corredor estreiou na temporada com dreads rosas homenageando sua mãe e com uma atuação não condizente com o posto de starter que detinha ao final da pré-temporada.A partir daí, vieram as lesões e o ressurgimento de Jonathan Stewart que, ao ficar saudável, foi um dos melhores corredores da liga. Soma-se isso à ótima contribuição de Fozzy Whittaker, que fez excelentes jogadas quando acionado, e às incertezas tomaram conta da cabeça dos torcedores quanto ao custo benefício de manter o ex-titular para a próxima temporada.

double-trouble-deangelo-stewart

The Double Trouble

O grande problema foi que em 2011, após temporadas espetaculares, o corredor recebeu um novo contrato de 5 anos – à la Marty Hurney – de 43 milhões de dólares, com 21 milhões garantidos. Um ano depois, Stewart recebeu outro contrato exuberante de 36.5 milhões, tornando a dupla de running backs a mais bem paga da liga.Dessa forma, com um salário astronômico e um decréscimo evidente em seu jogo (de 5.4 jardas por corrida em 2011 para 4.3 em 2012, 4.2 em 2013 e 3.5 em 2014) a tendência seria o corte de DeAngelo no dia 1º de Junho, que abriria espaço de 2 milhões de dólares no teto salarial, mas o anúncio de hoje acabou pegando todos de surpresa. O general manager Dave Gettleman já havia expressado sua filosofia de não pagar aos atletas valores superiores ao nível de suas atuações. Vale ressaltar que o corredor fará 32 anos em Março, idade avançada para sua posição e que tornará a tarefa de ficar saudável cada vez mais difícil.

DeAngelo Williams fez tanto sucesso junto com Jonathan Stewart que a dupla recebeu o apelido de Double Trouble(Problemas dobrados numa tradução livre). Stewart com sua força e capacidade de quebrar tackles e Williams com sua agilidade e velocidade. Foi a primeira dupla de running backs da história da NFL em que ambos ultrapassaram a marca de 1,110 jardas.

Dave Gettleman já havia demonstrado interesse na classe de running backs para o draft desse ano. Alguns dos bons calouros que podem pintar são: T.J. Yeldon, Ameer Abdullah, Jay Ajayi, Duke Johnson, David Cobb, Tevin Coleman, Mike Davis, Javorius Allen. Também como já foi tratado aqui nesse blog, a filosofia de Dave Gettleman é de draftar o melhor jogador disponível, ou seja, se ele achar que o melhor jogador é um running back, ele vai draftar.

DeAngelo Williams com certeza é um dos maiores ídolos da história dos Panthers, com números expressivos durante toda a sua carreira, DeAngelo encerra sua inesquecível passagem pelos Panthers com 6.846 jardas terrestres, 46 touchdowns terrestres, 1.621 jardas áreas e 7 touchdowns aéreos. Para nós do blog, DeAngelo Williams é um jogador que deveria se aposentar nos Panthers, mas nós torcedores pensamos com a emoção, Dave Gettleman é um cara frio e calculista, talvez o tempo mostre que ele estava certo. Resta desejar toda a sorte do mundo na sua nova jornada. D-Lo estará para sempre na história de Carolina e nos corações dos torcedores.

Compartilhe

Sobre o Autor

Estudante de Direito, se tornou fã dos Panthers a partir da temporada de 2011, após se impressionar com as atuações do então calouro Cam Newton, o que levou a paixão pela franquia de Carolina.

1 Comentário

  1. D-Will, grande jogador, mas acima de tudo um grande homem, desejo q seja feliz e q consiga ainda grandes jogos onde quer q ele esteja na próxima temporada

Comente