E na quinta rodada, na escolha 169 do Draft, os Panthers selecionam…

0

Na posição 169 do draft, pick 33 do round 5, com um compensatory pick, Carolina Panthers seleciona David Mayo, linebacker de Texas State.

No primeiro round do draft o time de Charlotte já havia escolhido um Linebacker, Shaq Thompson, então, nada mais normal que não esperar mais um jogador dessa posição no draft, mas Dave Gettleman, mais uma vez, surpreendeu a todos ao escolher Mayo. Jogador de 1,89 m de altura e 103kg, o linebacker de Texas tem em sua carreira pelo college o expressivo número de 154 tackles na última temporada, média de 12, 83 por jogo, um pouco inferior à média de Luke Kuechly em seu último ano por Boston college em que obteve 15, 9. Nessa última temporada, o novo Linebacker do Panthers, conseguiu forçar 3 fumbles e dar 1.5 sack.

David Mayo, que pode jogar de Strong side ou middle linebacker, vem para jogar no special team e brigar por posição na defesa. Ele se destaca por ser um jogador inteligente, agressivo, com bom trabalho de mãos e com boa leitura de jogo e de gap, sempre que possível tenta atacar a bola e forçar turnovers, porém algumas vezes perde tackles fáceis, nada que nosso coordenador de linebackers, Al Holcomb, não possa consertar. Enfim, uma boa escolha para compor o depth chart e para o special team, que esse ano vem muito forte. Mayo foi nomeado em 2014 como jogador defensivo do ano da conferência sun belt.

Ron Rivera sobre Mayo: “Nós sempre falamos sobre flexibilidade de posição. Ele é capaz de jogar no strong side ou Mike linebacker para nós. Quando você pode ter apenas alguns jogadores ativos em jogos, um cara com versatilidade dele é alguém que você certamente quer considerar, especialmente da forma como ele joga.”

Dave Gettleman sobre Mayo: “Ele é esperto. É institivo. Ele pode correr.  Nós chamamos ele para uma vistia – ele foi um dos 30 – e estou feliz por ter esse garoto.”

David Mayo: “Eu não poderia estar mais feliz. Estou ansioso para me juntar em uma franquia como essa. Eu visitei aqui e eu realmente amei os treinadores e a equipe. Acredito que vai ser um grande encaixe.”

Compartilhe

Sobre o Autor

Fã de Carolina Panthers desde 2011, Felipe é programador e se aventura como Running Back nas peladas tentando incorporar o espírito de Jonathan Stewart, mas o máximo que consegue é ser um Trent Richardson. Twitter: @lipevieira

Comente