[HISTÓRIA] – Primeira vitória dos Panthers nos playoffs

0

Temporada Regular:

Iniciava-se apenas a segunda temporada do Carolina Panthers a qual teve inicio após o melhor recorde de qualquer franquia de expansão (7-9, na temporada inicial), e o time tinha uma boa expectativa para temporada, mas jamais se esperaria um 12-4, com qual terminamos a season. O time obteve muito destaque na defesa, na qual Carolina utilizava-se da nova e surpreendente 3-4 zone-blitzing. Com essa formação, os Panthers obtiveram o recorde de sacks da franquia (60) e 3 dos 4 linebackers titulares chegaram ao pro-bowl, a lenda Sam Mills e o chocante duo “Sal e Pimenta”(Kevin Greene e Lamar Lathon).

Greene conseguiu 14.5 sacks e Lathon 13.5(o que gerou o pagamento de 2 mil dólares à Greene por uma aposta feita no começo da temporada), com esses números os dois conseguiram o recorde da franquia para melhor combinação em sacks. Além disso, o time teve destaques no ataque também, no qual o QB Kerry Collins teve a melhor temporada em Charlotte (“apenas” 9 INT e 14 TDs) com ajuda do seu Reserva (Steve Beuerlein), nos jogos em que estava machucado e o RB Anthony Johnson passou das 1000 jardas.

Nessa temporada ocorria a estreia do Estádio em Charlotte chamado inicialmente de Ericsson Stadium (atualmente chamado de Bank of America Stadium). E inauguramos o estádio com o pé direito, mantendo a nossa casa intacta, com o impressionante recorde de 8-0. Com a junção de tudo isso, chegamos às 12 vitorias e o título da NFC West que até então era dominada pelos 49ers.

Desbancando Dallas

Após conseguirem o Bye, o time de Charlotte recebeu Dallas em sua casa. Os Panthers iriam confrontar os vencedores de 3 Super Bowls nos últimos 4 anos, inclusive o mais recente. Considerado os “reis” com 50 aparições nos playoffs, os vaqueiros iam enfrentar o estreante. Antes do jogo o treinador do time adversário, falou que seu time “viajaria a maior distância ao sul, que já fez durante os playoffs”, isso foi considerado uma ofensa ao clube, o que aumentou a vontade de vitória em toda a cidade.

Em 5 de Janeiro de 1997, iniciava-se a a estreia dos Panthers nos Playoffs. O time entrou em Campo de Branco, para forçar os Cowboys a jogarem de azul, visto que dizia-se que eles não tinham sorte com aquela camisa. Fazia-se cerca de 20 graus celsius, e a Panther Nation estava extremamente barulhenta e com diversas toalhas azuis ao longo do estádio, criando um clima hostil para o jogo. E com todos esses ingredientes, especialistas afirmam que os Panthers estavam para ter as melhores horas de futebol da historia. Uma frase de John Madden define a surpresa para com o time da Carolina do Norte, afirmando “Quem poderia acreditar? Esse time não existia 3 anos atrás, e agora já estão a dois jogos do Super Bowl.”.

Após apenas 17 minutos de jogo, 2 TDs de Collins e Carolina já liderava o placar por 14-3. Após uma grande jogada do LB Lathon, com um tackle legal, Michael Irvin teve sua clavícula fraturada, o que lhe retirou do jogo. O jogo acabou sendo disputado até as duas interceptações no quarto quarto(Pat Terrell e Sam Mills), dentro da red zone, destruíssem todas as chances de vitória dos Cowboys, levando os Panthers à sua primeira vitória de playoff, por 26-17. Ao final do jogo, o play-by-play announcer Bill Rosinski proclamou “Os Panthers conseguiram! O Rei está morto! O Rei está morto!”, levando a torcida à loucura. Outro fato memorável, foi quando LB Lathon na sua entrevista pós-jogo, ainda irritado com as declarações do treinador de Dallas Barry Switzer, falou “Agora eu tenho uma pergunta para você Barry, quando você estiver sentado em sua casa semana que vem, você saberá onde fica Charlotte, certo? ”.

Compartilhe

Sobre o Autor

Estudante de Engenharia Civil, se tornou fã dos Panthers a partir da temporada de 2011, após se impressionar com as atuações do então calouro Cam Newton, o que levou a paixão pela franquia de Carolina.

Comente