Os Panthers já tentaram troca por Peyton Manning

1

Antes de Cam Newton, os Panthers sofreram por muito tempo para achar um franchise Quarterback, o mais próximo que chegamos disso foi Jake Delhomme, embora a relação dos torcedores dos Panthers com Delhomme era de amor e ódio. Às vezes Delhomme fazia uma jogada espetacular e outras fazia coisas que não se dava para explicar. Muito aquém de Delhomme, os torcedores das antigas sofreram muito com Matt Moore, Jimmy Clausen, Chris Weinke e afins.

Mas os Panthers tentaram fazer troca para selecionar Peyton Manning no Draft, o que evitaria muitos desses desastres de quarterback.

Os Colts selecionaram Peyton Manning em 1998 na 1st Overall Pick.

Os Colts selecionaram Peyton Manning em 1998 na 1st Overall Pick.

Peyton Manning foi selecionado em 1998, como vocês sabem, pelo Indianapolis Colts que tinha a primeira escolha geral. Bill Polian, nosso General Manager até 1997 que trocou Charlotte para assumir em Indianapolis.

Polian adorava Kerry Collins(QB), pois ele tinha sido o responsável pela escolha dele no Draft de 1995 em Carolina e era um dos grandes defensores de Collins. Os Panthers, porém, não queriam mais Collins e queriam trocar pela primeira escolha geral do ano de 1998. Alguns times da NFL gostavam de Manning, outros gostavam de Ryan Leaf. Os Panthers gostavam de Manning.

Collins nos levou à vitórias importantes, mas nunca foi unanimidade.

Collins nos levou à vitórias importantes, mas nunca foi unanimidade.

Como Polian gostava de Collins, os Panthers ofereceram uma troca para Indianapolis. Enviariam Kerry Collins, Muhsin Muhammad(WR) e algumas escolhas de draft. Jerry Richardson veio a dizer alguns anos depois: “Eu achei que o Bill(Polian) iria aceitar porque ele queria Kerry(Collins)”. Infelizmente, Polian não aceitou e perdemos a chance de ter um dos maiores quarterbacks da história da NFL. Para título de curiosidade, naquele ano, selecionamos o DE Jason Peter que você não deve conhecer e nem tem o porquê conhecer.

Collins jogou apenas mais quatro jogos até dizer que o “coração dele não estava ali” em uma conversa com HC Dom Capers que fez com que Capers o dispensasse em 1998.
Se Polian tivesse aceitado essa troca, tudo seria diferente e talvez um troféu do Vince Lombardi já descansasse em Charlotte.

Compartilhe

Sobre o Autor

Fã de Carolina Panthers desde 2011, Felipe é programador e se aventura como Running Back nas peladas tentando incorporar o espírito de Jonathan Stewart, mas o máximo que consegue é ser um Trent Richardson. Twitter: @lipevieira

1 Comentário

  1. Curto muito o Cam Newton e foi vendo o estilo de jogo dele que identifiquei com o Panthers. Mas o Peyton Manning foi o meu primeiro ídolo no futebol americano, se ele jogasse no Panthers seria a junção perfeita do time que admiro e o atleta que me fez criar interesse pelo esporte. Show essa história!

Comente