[Pós-jogo] – Panthers @ Cowboys

0

Invictos semana 5

Na semana 5, esses eram os times invictos da NFL. Em seu desrespeito rotineiro, a mídia, em geral, apostava que os Panthers seriam os primeiros a serem derrotados. Ao contrário do que previram, chegamos para a semana 12 com um record perfeito de 10 vitórias e 0 derrotas e partimos para Dallas com uma missão: vencer os Cowboys no Thanksgiving e causar um enorme upset em Las Vegas, que – pasmem – apostavam no time da casa, que havia conquistado apenas três vitórias, demonstrando enorme ignorância e desrespeito com a franquia das Carolinas.

Não apenas vencemos o nosso primeiro jogo em Thanksgiving da história, mas atropelamos o time de Dallas completo com Tony Romo, Greg Hardy e Dez Bryant para se tornar o ÚNICO time invicto da NFL, após a derrota dos Patriots no Sunday Night Football.

A partida foi um atropelo logo de início com uma pick-6 de nosso querido Kurt Coleman com apenas 59 segundos de jogo, abrindo o placar para o time visitante e contabilizando sua quinta interceptação na temporada. O primeiro quarto ainda fechou com um field-goal de cada lado.

O segundo quarto iniciou com uma campanha de ataque com um Cam Newton quase perfeito nos passes, mas que, sofrendo com algumas faltas, foi capaz apenas de colocar o time perto da linha de first down em uma das suas habituais corridas pelo meio.  Esse foi aquele momento em que nós xingamos Ron Rivera por chutar um field-goal ao invés de arriscar a descida, afinal, jogos como esse são decididos nos detalhes.

No entanto, Riverboat Ron Rivera conhece muito bem sua defesa e tem demonstrando que sabe os momentos de arriscar. Isso porque, na próxima jogada do ataque dos Cowboys, nosso Deus Luke Kuechly interceptou Romo e levou a bola oval à endzone, contabilizando mais 7 pontos para os visitantes. Como se não bastasse, Deus interceptou Romo novamente na primeira jogada após a pick-six.

1448593702-NS_26CowsPanthers32SP

Com a bola e com grande vantagem os Panthers fizeram até o final do jogo aquilo que fazem de melhor, correr com a bola para gastar o relógio. Com mais alguns field-goals e um touchdown terrestre (com dancinha) de nosso SuperCaMVP, que também foi perfeito nos passes longos, que mantiveram muitas campanhas vivas, praticamente terminamos o jogo no terceiro quarto com um placar de 30-6.

CaMVP

O jogo ainda teve a infeliz lesão de Tony Romo após sack de Thomas Davis, em sua melhor temporada da carreira. Adentrando no famoso garbage time o QB reserva dos Cowboys conectou um touchdown com conversão de dois pontos e com mais um field-goal dos Panthers o jogo fechou em 33-14.

Destaques positivos:

Deus Luke Kuechly: Duas interceptações (sendo uma pick-six) em duas jogadas para selar a vitória e ainda contabilizou 7 tackles, esse cara não é desse mundo mesmo.

Josh Norman: J-NO foi para o jogo com uma difícil missão, parar a conexão Romo-Dez. Resultado: Dez conheceu Lake Norman. Nosso menino continuou sua temporada espetacular, permitindo apenas uma recepção de Dez Bryant para 6 jardas em 5 tentativas de passe em sua direção, dando mais uma prova que é um CB de elite.

Jerricho Cotchery: Um dos melhores jogos para tio Cotch na temporada, contabilizando 73 jardas e recepções em terceiras descidas importantíssimas para o ataque. Clutch!

Andrew Norwell: Como joga esse menino, voltou de lesão tendo sua melhor nota da temporada com um excelente  +4.9 pela Pro Football Focus.

 

Destaques negativos: 

Mike Shula: Sempre que elogiamos Shula ele nos devolve um jogo terrível… Playcalling, ao contrário do jogo contra os Redskins, foi ruim em momentos chave limitando-nos a chutar field-goals em campanhas longas. A sorte é que a defesa estava demais, no entanto, isso não pode se repetir, sobretudo, nos playoffs.

Collin Jones: Acho que ficou claro que nosso Safety reserva não vem tendo boas atuações na posição de nickel CB. Esperamos que Tillman volte logo e que Marlowe ou até Cortland Finnegan possam compor melhor o depth da posição.

 

MVP da partida:

LB Deus Luke Kuechly

 

Notas dos setores:

Quarterback: B

Running backs: B-

Wide Receivers: B+

Tight Ends: B+

OL: A

DL: B+

Linebackers: A+

Secundária: A+

Compartilhe

Sobre o Autor

Estudante de Direito, se tornou fã dos Panthers a partir da temporada de 2011, após se impressionar com as atuações do então calouro Cam Newton, o que levou a paixão pela franquia de Carolina.

Comente