Pré-Jogo: Panthers @ Jets

0

Depois do massacre contra os Dolphins e uma semana de descanso para os jogadores, nosso Carolina Panthers vai em busca de uma vitória que pode colocá-lo em melhor condição para vencer a divisão. O adversário da semana é o NY Jets, time que talvez tenha o pior material humano da liga, mas conta com treinadores inteligentes, aos quais se atribui as 4 vitórias da Franquia na temporada. Apesar do número inexpressivo de vitórias do adversário até aqui, não será um jogo fácil, já que eles saberão explorar nossos pontos fracos.

Histórico da Partida

995e224c6c4a507e2cade1ab11aeeedd--panthers-win-panther-football-2

A série está empatada com 3 vitórias para cada time, entretanto, para os Panthers, a história conta muito mais histórias boas do que ruins. Os Panthers possuem sua primeira vitória na história contra o NY Jets, numa memorável atuação do legendário Sam Mills. Contra o QB adversário, Josh McCown, os Panthers nunca perderam, possuindo assim um recorde de 4-0 contra o veteraníssimo jogador, que é da mesma classe de 2002 que Julius Peppers, onde Julius foi selecionado na No.2 overall e McCown na posição 85. No último confronto os Panthers ganharam por 30-20 com um retorno para TD de Captain Munnerlyn e um TD recebido de mais de 70 jardas de DeAngelo Williams.

Injury Report

Panthers

Ryan Kalil – C – Pescoço – Questionável

Ted Larsen – C – Pé – Questionável

Captain Munnerlyn – CB – Doença – Questionável

Jets

Matt Forte – RB – Tornozelo – Questionável

Muhammad Wilkerson – DE – Pé – Questionável

Brian Winters – G – Abdomen – Questionável

Análise do Jogo

Ataque Panthers x Defesa Jets

Dec 15, 2013; Charlotte, NC, USA; Carolina Panthers tight end Greg Olsen (88) tries to stiff arm New York Jets strong safety Dawan Landry (26) during the second quarter at Bank of America Stadium. Mandatory Credit: Jeremy Brevard-USA TODAY Sports

Todd Bowles HC dos Jets, é famoso por seu esquema de Blitz que teve muito sucesso na sua época de Coordenador Defensivo em Arizona, o que nos remete ao dia que seu esquema de defesa foi destruído por Cam Newton e companhia na vitória por 49-15. Essa defesa dos Jets talvez seja melhor que a enfrentada pelos Panthers naquele icônico 24 de Janeiro de 2015? Talvez. Mas o ataque dos Panthers com certeza está melhor do que era naquela oportunidade. Podemos ter certeza que McCaffrey passa seriamente por um fator crucial como peça de desafogo para Cam em momentos de pressão, e, se há um jogo para CMC marcar um TD longo, é esse. Funchess deve ser muito utilizado na zonas entre os LBs e a secundária, e Kaelin Clay também pode aparecer nas rotas deep, já que muitas vezes os Jets colocam seus CBs em Ilhas para gerar mais pressão no QB. Um bom esquema de corridas diversificadas, usando de forma inteligente o comitê formado por Stewart, CAP e CMC, será importante para congelar as Blitz de NY.
Greg Olsen está de volta! Será importante ter o alvo favorito de Newton colocado em situações 1×1, onde ele sempre leva vantagem.

Ataque Jets x Defesa Panthers

O ataque dos Jets também é limitado por diversos fatores, muito provavelmente o nome mais conhecido é Matt Forte, que está em declínio vertiginoso e longe de ser uma preocupação para a defesa dos Panthers. Conforme Felipe Vieira nos mostrou aqui, o ataque dos Jets surpreende pela simplificação de conceitos e a instalação de uma Air Raid Offense, comum no College, para a NFL. Entretanto, há uma certa limitação humana nesse time, já que a OL não é das melhores, cedendo muitas pressões, não permitindo a evolução do jogo corrido e nem que McCown tenha muito tempo no pocket. A maior parte da produção terrestre dos Jets no jogo contra os Bucs se resumiu às corridas Outside, onde os Panthers costumam ter dificuldades para conter avanços. Talvez seja esse o principal ponto a ser explorado pelos Jets. Nossos CBs também precisam ficar alertas para possíveis jogadas Deep, mas se a DL conseguir colocar pressão em McCown ele com certeza tomará decisões erradas, gerando Turnovers ou seguidos 3 & outs. Talvez seja esse o grande mismatch da partida, a DL dos Panthers contra a OL de NY.

 

Palpite do Editor

Panthers 27

Jets 13

PS: Não se perde jogo pra time mediano por bobeira! Caso perca, vai ter que aguentar um pré-jogo assim semana que vem:

200w_d

 

 

Compartilhe

Sobre o Autor

Torcedor dos Panthers desde 2004, quando tinha apenas 5 anos, sempre manteve amor pelo time desde lá nunca deixando de divulgar seu amor pelo time mesmo com Jimmy Clausen como QB. QB do SP Tigers tem como grande inspiração o QB Cam Newton e suas corridas malucas

Comente