Retrospecto dos QBs negros no SB

0

18 passes compretados/29 tentados, 340 jardas, 4 Touchdowns e QB Rating 127,9. 18/25 no jogo aéreo, 206 jardas, 2 TD, nenhuma interceptação e 123,1 de QB Rating. Essas estatísticas foram feitas durante Super Bowls. Foram marcadas por QBs negros que ganharam o SB. E finalmente, esses números foram registrados contra o Denver Broncos. Acho que já entenderam, mas, explicitando, essas estatísticas foram feitas por Doug Williams com Washington Redskins no SB XXII e por Russell Wilson com Seahawks no SB XLVIII, nas duas únicas vezes que um QB negro saiu do palco desse grande evento consagrado com a vitória. Cam Newton chega ao SB50 sendo apenas o sexto QB negro nesse grande palco e possui um belo antecedente de QBs da sua etnia frente aos Broncos.

Doug Williams

Doug Williams, 1º QB negro a ganhar um SB

31 de Janeiro de 1988, San Diego, California, palco do SB XXII entre Redskins e Broncos. Inicia a partida e o primeiro quarto é de total domínio dos Broncos de John Elway que nas duas primeiras posses de bola, já preenche o placar com 10 pontos. Porém, na primeira posse de Doug Williams no segundo quarto, na primeira jogada desse drive, ele consegue um passe para TD de 80 jardas na conexão com Ricky Sanders. E essa jogada foi um grande aviso do que estava por vim, no qual todas as vezes que Doug Williams tocou na bola nesse quarto terminou o drive com TD, totalizando 4 TDs passados por ele e um TD corrido de Gary Clark. Com isso, o jogo foi basicamente finalizado nesse quarto. Com 35-10 para os Redskins, o jogo ainda teve mais um TD corrido e acabou de 42-10 para o time comandado por Doug Williams. Essa performance magnífica do QB, principalmente no segundo quarto, rendeu ao mesmo a premiação de MVP do Super Bowl.

Wilson, segundo a atingir o feito

Wilson, segundo a atingir o feito

2 de Fevereiro de 2014, MetLife Stadium, New Jersey palco do SB XLVIII entre Seahawks e Broncos. Jogo é iniciado e no primeiro drive temos um Safety produzido pela defesa dos Seahawks. Como no parágrafo anterior, talvez um prenúncio do que estava por vir. No fim do segundo quarto, o placar marcava 22-0. Logo na volta do terceiro quarto, um retorno para TD de Percy Harvin, basicamente sacramentando a derrota dos Broncos. Ainda tivemos mais 2 TDs anotados em conexões de Russell Wilson e o único TD marcado por Peyton Manning e seus comandados, dando os números finais ao jogo de 43-8 para o time liderado por Wilson.

post 3post 4

Além do histórico implacável dos QBs negros frente ao Broncos. A defesa do time liderado pelos mesmos conseguem se impor frente ao time de Colorado nos Super Bowls. No jogo em que consagrou Doug Williams, sua defesa forçou 3 interceptações além de ter sacado Elway CINCO vezes para perda de 50 jardas. Já em 2014, Manning lançou duas interceptações, uma delas retornada pra TD, além de dois Fumbles, um deles no QB.

Com esse histórico, chegamos com um QB que é um “afro-americano que assusta as pessoas porque ninguém consegue compará-lo a nada(frase citada por Cam Newton em uma de suas coletivas)” e que independente da sua etnia assusta não só a mídia, mas todas as defesas que tem que encará-lo. Além disso, temos uma defesa impressionante, capaz de forçar os mesmos erros já forçados anteriormente por outros times contra os Broncos no SB. Isso dito, sabemos que temos um histórico favorável e com Super Cam capaz de nos trazer o SB50, repetindo o feito dos outros QBs negros, trazendo orgulho para sua etnia e toda Panther Nation.

Compartilhe

Sobre o Autor

Estudante de Engenharia Civil, se tornou fã dos Panthers a partir da temporada de 2011, após se impressionar com as atuações do então calouro Cam Newton, o que levou a paixão pela franquia de Carolina.

Comente