Times que enfrentaram Cam Newton em 2015 não tiveram nenhuma falta por roughing the passer

0

Todos ficaram revoltados após o jogo ontem pela forma como a defesa do Broncos atacou efusivamente, ilegalmente e repetitivamente a cabeça de Cam Newton. Apesar de ontem ter sido o ápice da incompetência (vamos acreditar em incompetência e não em mau-caratismo) da arbitragem, isso não é novidade. Lembre-se que na semana 3 da temporada de 2015 contra os Saints, o árbitro Ed Hochuli disse que Cam Newton era “novo demais para receber uma falta.”

Isso leva a crer que a arbitragem tem no mínimo uma má vontade com o Newton, talvez pelo fato dele ser um Quarterback com tamanho de linebacker a arbitragem acredita que ele não precisa ser protegido como os demais quarterbacks, o que seria um absurdo gigantesco.

Sobre tudo que aconteceu ontem, o pai de Cam, Cecil Newton foi efusivo:

“Eu não vou dizer que se trata de raça, eu não quero ficar inflamando esse discurso. Mas me ajude a entender. Comissário Goodell e NFL, por favor, me ajude a entender como pode acontecer isso com o atual MVP da NFL. Explica isso pra mim. Eu não quero inflamar esse tipo de coisa, mas eu parei e pensei: Isso aconteceria com outros jogadores? Deixe que a opinião pública responda.”

O mais bizarro disso tudo, nenhum time que enfrentou Cam Newton em 2015 teve uma falta sequer de Roughing the passer. Só esse número já seria chocante para qualquer quarterback, mas contra o Newton ultrapassa essa barreira. Tome por exemplo Peyton Manning que ao perceber será sackado, Peyton sempre se joga no chão para evitar a paulada, justamente o contrário de Newton que sempre absorve a pancada, ou seja, as defesas vão com mais força naturalmente para conseguir parar o Cam e nem assim não teve nenhuma falta?

02

Apesar disso tudo, ainda tem gente que diz que vencer por um Illegal use of the hands é que seria injusto.

Compartilhe

Sobre o Autor

Fã de Carolina Panthers desde 2011, Felipe é programador e se aventura como Running Back nas peladas tentando incorporar o espírito de Jonathan Stewart, mas o máximo que consegue é ser um Trent Richardson. Twitter: @lipevieira

Comente