Tre Boston esperando sua chance

0
Tre Boston com sua pick-six.

Tre Boston com sua pick-six.

Ao final da temporada passada, com o crescimento de Boston aparecendo em momentos importantes como a pick-six contra os Falcons na semana 17 e a interceptação no jogo de Wildcard contra os Cardinals parecia claro de que o FS titular nessa temporada seria Tre Boston a não ser que uma grande contratação fosse feita na free agency, o que não aconteceu. Pelo menos, não no papel, pois Kurt Coleman foi contratado sem muita badalação e dava a impressão que seria um jogador que jogaria alguns snaps defensivos e principalmente no Special Teams. Mas para surpresa de muitos, Coleman já ganharia a titularidade no training camp. Ron Rivera na offseason disse sobre a troca de titularidade: “Não é o que o Tre não fez, é o que o Coleman vem fazendo.”

No início da temporada regular, Coleman não estava fazendo grandes jogos, apenas tapando o buraco de uma maneira sólida. Mas a partir da semana 6, Coleman cresceu muito e fez jogos maravilhosos desde então. Não à toa, ele já está próximo de alcançar as melhores marcas da carreira em passes desviados, interceptações e recentemente conseguiu o primeiro sack da carreira contra Green Bay. Coleman também o jogador que mais jogou snaps defensivos de todo o time, ficando fora apenas de um!

Enquanto isso, Tre Boston espera, entra em alguns snaps no lugar do SS Roman Harper e desenvolve seu jogo durante a semana.

“É difícil, porque as pessoas pensam: Bem, ele jogou na temporada passada, ele deveria jogar nessa também.” disse o Boston. “Eu quero jogar, mas sentar no banco está me fazendo ser um melhor jogador em todos os sentidos. Por enquanto, estou aprendendo o máximo que consigo.”

Boston tem um mentor e uma espécie de tio que está ajudando muito em todos os aspectos, Roman Harper.

“Tre tem lidado muito bem com isso. Eu não sei como eu teria lidado pessoalmente. Todo mundo quer jogar e há tão poucas repetições. Ele entende isso e nós precisamos mantê-lo focado e desenvolvendo, coisa que ele vem fazendo. Eu realmente acho que estou tentando que Tre cresça do jeito certo. Eu cresci do jeito certo nessa liga e o jogo sempre foi bom pra mim. Eu quero que seja bom para ele também. Eu vejo um potencial e características de um jogador muito bom nele!” – disse Harper.

A relação dos dois vai além do film room e do treino. Boston leva a sério todos os conselhos que Harper dá para ele.

“É como uma relação de tio e sobrinho. Ele sabe que tem poucos anos para jogar ainda. Então ele quer me preparar assim como quando ele era jovem na liga.” – disse Boston.

“Tre é um jogador melhor do que era no ano passado. Ele tem um entendimento melhor da defesa e acredita em suas habilidades. Quando seu número for chamado, ele estará pronto.” – disse Harper.

Compartilhe

Sobre o Autor

Fã de Carolina Panthers desde 2011, Felipe é programador e se aventura como Running Back nas peladas tentando incorporar o espírito de Jonathan Stewart, mas o máximo que consegue é ser um Trent Richardson. Twitter: @lipevieira

Comente